The other side
of the lens

Um pouco dos registros e histórias por trás de cada projeto!

17/10/2018

Behind the Lens | Ana Caroline

– Conte um pouco sobre você: O que você curte fazer, seus sonhos e objetivos, gosto musical…

Gosto muito de estar conectada e engajada com tudo que tá rolando no mundo, to sempre buscando algo novo pra ler, aprender, assistir ou ouvir. Meu maior objetivo na vida é pra sempre trabalhar com o que eu amo, fazer meu trabalho com convicção de que ele me faz feliz. O sonho da minha vida é viajar para o máximo de lugares possíveis e principalmente, pra África, tenho muita vontade de conhecer esse continente que considero absurdo de tão magnífico. Tenho um gosto musical completamente maluco, gosto muito de funk, sertanejo, rap e pagode, ms curto r&b, jazz e até um pop rock às vezes.

– Você faz faculdade? Está trabalhando em algum projeto pessoal?

Estou no semestre final do curso de Relações Públicas, trabalhando no meu TCC, que o tema foi escolhido pelo meu coração há dois anos atrás. É um projeto que estuda o impacto da representatividade negra dentro das redes sociais, principalmente o youtube, e qual o reflexo da presença de influenciadoras negras na vida e na auto estima de outras mulheres negras. O projeto tá na reta final é a minha maior realização acadêmica, coloquei muito amor nele por ser um tema que me identifico muito.

– Você já está na Flash há quase 2 anos. Como entrou? O que ela significa para você?

Eu entrei porque conhecia a Mari e o Thi de outra empresa que trabalhamos juntos. Fiz entrevista com o Ju, que não queria me contratar por achar que eu não daria conta hahaha (nota do autor: hoje ela é a braço direito dele e arrasa MUITO com os clientes <3). Hoje a flash é minha paixão, é onde dedico a maior parte do meu tempo, onde me sinto importante e útil por ser parte necessária pra fazer a engrenagem rodar, faço tudo com muito amor.

– Como é a sua rotina aqui no dia-a-dia? Conte-nos coisas que você aprendeu sendo uma Flashbanger.

Minha rotina começa cedinho com o WhatsApp, aqui no escritório passo o dia respondendo e-mails, entregando fotos e vídeos e resolvendo todo e qualquer tipo de B.O. que possa surgir e eu amo isso: solucionar problemas e facilitar a vida dos nossos clientes e da nossa equipe. O que mais aprendi nesse tempo de Flash é ter paciência, calma e amor em tudo que faço, aprendi também como é trabalhar com pessoas que amamos, uma família mesmo, onde todo mundo se ajuda e corre pra fazer rolar.

– Qual a maior dificuldade no seu trampo? E o que você mais ama nele?

A maior dificuldade é lidar com diferentes tipos de pessoas, seja cliente ou equipe, saber que precisa de um jeitinho diferente pra lidar com cada um, que cada um tem sua peculiaridade e que precisa ser tratada de um jeitinho único. O que mais amo aqui é absolutamente TUDO hahaha, eu me sinto completamente realizada aqui, trabalho com o que gosto, com pessoas que amo, ganho muitos VIPS pra bailinhos e conheço muita gente, ser Flashbanger é ter o coração sempre quentinho.

– Já aconteceu alguma história bizarra/angraçada nesses seus anos de Flash?

Nossa, MUITA coisa! Desde receber trotes por telefone até conhecer o MC Brinquedo e gravar vídeo com ele no camarim da festa hahaha.

– Tem algo que você não faz, mas sente muita vontade de fazer?

Eu tenho muita vontade de aprender a fotografar e editar, é uma das minhas metas depois de terminar a faculdade, acho legal saber um pouco o que cada um da equipe passa até pra entender mais o ponto de vista de cada um, além do que deve ser super legal ter essas skills 360.

 

Creators on the run - Creating the future content